Não são todas as pessoas que têm tempo para acompanhar diariamente as notícias de um mercado tão dinâmico, por isso criamos este resumo semanal.

Nele colocamos as principais notícias do mundo das criptomoedas em uma página só, tudo comentado e com títulos de fácil compreensão. Fique ligado toda sexta em nosso resumo da semana!

Audiência com tom positivo no Senado norte-americano

Em audiência no Senado dos Estados Unidos, que ocorreu no dia 06/02, com as participações do atual presidente da Comissão de Títulos e Câmbio (SEC) Jay Clayton e do chefe da Comissão de Negociação de Contratos Futuros (CFTC) Christopher Giancarlo promoveram uma interessante discussão, trilhando o caminho para uma futura regulamentação mais coordenada da maior potência global.

O presidente da SEC iniciou seu depoimento falando sobre a diferença entre a utilização da tecnologia do blockchain aplicação em criptomoedas e da aplicação mais ampla em vários setores da economia, o tom de ceticismo e desconfiança marcaram o discurso de Jay C.

Do outro lado, o presidente da CFTF iniciou seu discurso entusiasticamente falando sobre a incrível experiência que teve com sua família, cujos filhos, antes desinteressados pelo mercado de ações, “do nada” começaram a falar sobre investimentos, criptomoedas e bitcoin.

O foco da reunião foi em proteção dos consumidores contra ICOs fraudulentas, exchanges inseguras e falta de coordenação entre os diversos setores burocráticos do governo norte-americano. Nenhuma regulamentação draconiana foi proposta e os depoentes estavam interessados no crescimento saudável do mercado de criptomoedas.

O conteúdo completo pode ser visto no site do Senado Norte-Americano.

Regulamentação no Brasil: Uma nova esperança – PL 2303/15

Se lembra do retrógrado PL 2303/15? Aquele projeto proponente da criminalização das criptomoedas.

No último dia 07, alguns deputados com propuseram substituições positivas ao texto original, suprimindo trechos contrários ao uso das criptomoedas no Brasil. Um dos autores até mesmo reconhece a limitação do poderio estatal contra a tecnologia disruptiva do Bitcoin:

“O esforço regulatório está presente em todos os países e deve estar também em um nível supranacional, visto que o alcance dos Estados sobre tais operações é limitado”. – escreve o deputado Áureo em sua proposta.

Veja todas as proposições na íntegra no site da Câmara dos Deputados.

Coindesk publica relatório “O estado do blockchain 2018”

O relatório trimestral da Coindesk, referente aos últimos 3 meses de 2017, foi publicado. O slide com 170 páginas conteḿ informações sobre as principais criptomoedas, além de dados mercadológicos e pesquisas feitas pelo site de notícias.

Veja o relatório trimestral da Coindesk completo aqui.

Arizona quer aceitar impostos com bitcoin, enquanto Venezuela faz seu ICO:

Segundo a Fox News, há uma lei em tramitação no estado do Arizona que permitiria a utilização de bitcoin para o pagamento de imposto. Enquanto isso a Venezuela prossegue com seu plano de lançar a primeira criptomoeda estatal lastreada em petróleo.

A tecnologia por trás do Bitcoin é agnóstica, ou seja, pode ser usada tanto para dar mais liberdade financeira, quanto para destruição dos valores do indivíduo.

A nova onda: Colecionáveis no blockchain são uma tendência em 2018

CryptoKitties ou CriptoGatinhos para aqueles que gostam de títulos de games traduzidos, é um dos primeiros jogos de sucesso dentro de um blockchain. Neste jogo você pode cruzar os genes de gatinhos virtuais na rede Ethereum, gerando outras fofuras únicas.

Até o Wikileaks já entrou nessa! Eles deram de presente para Donald Trump e Hillary Clinton os gatos “Trump’s Tender Tabby” e “Clinton Console Kitty”.

No dia 06, os desenvolvedores do game anunciaram a criação de um app para o mercado chinês. Vale lembrar que dois dias antes o Baidu, o Google chinês, lançou o Leci Gou ( pronúncia similar a “Let’s go”), um CryptoKitties para cachorros. Quem vai matar a fome do mercado chinês?

A propriedade de escassez, que serve como pilar econômico do Bitcoin, desempenha papel fundamental no mundo dos colecionáveis. Em breve teremos figurinhas da Copa, card games e todo tipo de colecionável digitalizável dentro de algum blockchain.

Agora você está bem informado sobre o universo das criptomoedas, então é hora de aprender a mantê-las longe dos hackers e crackers de plantão.

Atenção aos ataques de phishing! Veja como se proteger

Posts Relacionados

Neto Guaraci

Sou estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec-Sebrae. Trabalho na Foxbit, ajudo na criação de conteúdo. Amo falar sobre criptomoedas, liberdade financeira e empreendedorismo. Se você também gosta, entre em contato. :)